Torne sua marca Uma Referência na Internet e Venda 365 dias do ano.

Por que a minha empresa precisa ter um site?

Por que a minha empresa precisa ter um site?

Você já se perguntou se a sua empresa precisa mesmo, de verdade ter um site?

Eu sei que já! Muitos empreendedores fazem essa pergunta diariamente. Eu mesmo já fiz essa pergunta aqui na agência. E acredite, eu não estou aqui para te convencer que sim, que você precisa ter um site. Mas para te mostrar como nós tiramos esta dúvida de uma vez por todas da cabeça, e como você também pode decidir de forma inteligente.

Antes de começar, me permita fazer uma pequena afirmação, e talvez você concorde comigo: “se a sua empresa não dá lucro, você não tem uma empresa, você tem um hobbie”. Que tal heim? Eu li esta frase em um artigo sobre empreendedorismo e me marcou muito.

Mas afinal de contas, o que isso tem a ver com a minha empresa ter um site ou não?

Empreendedores buscam lucro, e mesmo que a sua empresa possua uma ótima equipe de marketing, uma ótima equipe de vendas, eu acredito que você ainda assim ocupe o seu tempo pensando em maneiras para alavancar o faturamento, reduzir despesas e otimizar os resultados a cada mês.

Em meio a uma avalanche de decisões, talvez a última decisão que você consideraria tomar é investir em um site para sua empresa. Estou certo? Por que? Por que, na maioria das vezes consideramos o desenvolvimento do site, como um custo. Algo que não nos trará retorno. Sendo assim, decidimos cortar do orçamento. Afinal de contas, nós já usamos as redes sociais que são “gratuitas” não é verdade?

E por falar em redes sociais, sugiro que leia o artigo: “O que é melhor, site ou redes sociais?”

Mas voltando ao assunto…

Históricamente, nós tomamos decisões com base em dois fatores:

– Ganho (O quanto eu ganho com isso)

– Prejuízo (O quanto eu deixo de perder com isso)

Foi com base no fator “Prejuízo” que um empresário nos procurou e contratou “a toque de caixa” a criação de um site para uma indústria de alimentos. Afinal de contas, em alguns dias ele participaria de uma licitação, e um dos fatores de classificação seria a listagem de produtos com tabela nutricional disponível no site.

Percebeu a diferença entre custo e investimento no caso acima? O site não deixou de ser um site. Mas passou de custo para investimento, no momento que o empresário enxergou a possibilidade de um retorno financeiro.

É claro que nem sempre é tão simples chegar a esta conclusão.

Principalmente em negócios locais que “em tese” não comercializamos produtos pela internet.

Então…

Aqui vão algumas perguntas para você refletir e tomar a sua decisão ainda hoje.

  1. Você costuma realizar pesquisas na internet por assuntos ou produtos do seu interesse? O que te faz pensar que o seu cliente se comporta de maneira diferente?
  2. Ser encontrado na internet pode ser considerado um diferencial competitivo para facilitar parcerias e possibilitar novas vendas? Neste caso, o que a sua empresa perde ao não ser encontrada na internet?
  3. Em seu dia a dia de trabalho, você já usa a internet? E-mail, Facebook, Whatsapp.
  4. Entre duas empresas que você não conhece e são concorrentes, qual delas passará maior credibilidade e autoridade para você como consumidor. A que tem um site, ou a que não tem?

Eu reservei alguns clientes como exemplo prático de…

AUTORIDADE NO SEGMENTO

Marketing Digital Para Provedores

Imagine só o ganho de reputação para esta marca

Imagine a quantidade de clientes que esta empresa deixa de perder para a concorrência 

RELEVÂNCIA NO NICHO

Marketing Digital para Confeitaria

Na prática, é isso que acontece quando uma empresa constrói de forma estratégica a presença online na internet, algo que dificilmente seria conquistado sem um site.

Uma última pergunta antes de você formar a sua decisão:

Fazendo uma analogia, o que traria maior credibilidade para você? Se encontrar com seus clientes em seu escritório organizado e decorado do seu jeito ou em um café no shopping? Para onde você vai levar seu possíveis clientes na internet? Site ou Redes Sociais?

Conclusão:

Para acertar na decisão entre ter um site ou não, observe “o que sua empresa ganha” e “o que sua empresa deixa de perder” ao ter um site. Eu tenho certeza que respondendo estes dois fatores e as perguntas anteriores, você terá uma resposta definitiva e coerente com os objetivos do seu negócio.

Meu último recado e um presente para você:

Como eu disse no início, o meu objetivo aqui não é te convencer da importância de se ter um site, mas se você chegou até o fim deste artigo espero que você tenha entendido que ter um site é primordial para o crescimento das suas vendas e da sua empresa.

Daiamon Paiva

CEO – Agência Flux

Marketing Digital em Sorriso

Deixe uma resposta

Fechar Menu